Praga – O Bairro Judeu e a lenda do Golem

O Bairro Judeu é uma das áreas mais misteriosas de Praga. Foi organizado desde a idade média, pela confluência dos Judeus vindos do Ocidente com os Judeus vindos do Império Bizantino. No século XVI passou a se organizar como gueto. O anti-semitismo é algo que assola a Europa desde antes da idade média, tanto que no século XVI os judeus eram obrigados a exibir um círculo amarelo em suas vestes como sinal de vergonha. Durante o reinado do Imperador José II a discriminação passou a ser mais branda, passando o Bairro a chamar-se Josefov.

IMG_2497

É primordial fazer uma visita as sinagogas do bairro Judeu, que figuram entre as mais antigas da Europa. A visita geralmente inicia-se pelo cemitério Judaico e pela Sinagoga Staronová.

Sinagoga Staronová

Construída em 1270, ela é a mais antiga da Europa. Foi reconstruída no século XIX após um incêndio, daí vem o seu nome Staronová (velha nova). A sinagoga funcionou como refúgio para os Judeus, inclusive durante o holocausto Nazista.

IMG_4108

Essa sinagoga guarda a lenda do Golem de Praga. De acordo com a cabala mística judaica, o Golem seria uma criatura forjada a partir do barro, que poderia ganhar vida através de magia e o uso do verbo. A palavra golem na Bíblia serve para se referir a um embrião ou substância incompleta: o Salmo 139:16 usa a palavra gal’mi, significando “minha substância ainda informe”.

IMG_3500

No final do século XVI, quando o rabino Judah Loew (1520-1609), um dos mais respeitados e queridos sábios do Leste Europeu, tornou-se Grão-rabino de Praga, o perigo para os judeus era iminente. O ódio era incitado pelo bispo Tadeusz, judeu convertido. Como resultado, explodia a violência e sangue judeu era derramado.

Conta a tradição que o sábio teve um sonho no qual recebeu indicações de como poderia evitar a catástrofe que ameaçava abater-se sobre seu povo. A resposta veio oculta nas dez primeiras letras do alfabeto hebraico. O rabino, além de ser um grande sábio, mestre na Torá, no Talmud e na Cabala, possuía poderes mentais e espirituais inigualáveis. Por isso, entendeu a mensagem que lhe indicava fazer uma figura de argila que se transformaria em um Golem, e assim o fez em 1520.

Todas as histórias sobre o Golem começam freqüentemente da mesma forma: um judeu acusado injustamente por crimes imaginários. E terminam também da mesma forma: o Golem intervém para que tudo volte a seu devido lugar. Segundo a tradição, o rabino Loew, o Maharal, era quem lhe dava ordens, pois o Golem não tinha inteligência própria. Assim, com a ajuda da criatura, desfaziam-se os complôs do bispo Tadeusz. Certa ocasião, salvou uma menina judia de se converter à força…

Dez anos após ter sido criado, a situação dos judeus havia melhorado e o rabino concluiu que a missão do Golem terminara. Em 1590, Maharal ordenou-lhe que o acompanhasse ao sótão da sinagoga Staronová. Lá, disse-lhe que se deitasse e abrisse a boca. O sábio tirou o pergaminho no qual estava escrito o Nome Divino e disse à criatura: “Você é pó e vai voltar ao pó”. Yossi, o Golem, cumprira o seu destino.

Anos mais tarde, no entanto, espalhou-se entre os judeus de Praga uma lenda segundo a qual Yossi, o Golem, não virara pó, mas estava escondido desde 1590 no sótão da sinagoga de Praga em profundo sono.

A cadeira do Rabino Loew é marcada com uma estrela de Davi.

IMG_2423

Estará o Golem em descanso eterno nesse sótão?

IMG_3683

Velho Cemitério Judaico

Durante mais de 300 anos os Judeus de Praga só podiam ser enterrados nesse local. Fundado em 1478, até hoje conserva as mesmas características da sua fundação. Várias mortos foram enterrados no mesmo local, formando até 12 camadas de sepulturas. Existem cerca de 12.000 lápides no cemitério.

IMG_2453

 

O recente livro do historiador italiano Umberto Eco, chamado ” O cemitério de Praga” baseia-se nesse cemitério. O nome do livro é uma alusão ao antigo Cemitério, onde, de acordo com Os Protocolos dos Sábios de Sião, judeus teriam conspirado para dominar o mundo. Segundo esse texto, os líderes das doze antigas tribos de Israel reuniam-se a cada 100 anos nesse cemitério, para definir como seria a conjuntura política e militar de cada século, como uma forma de protocolar a nova ordem mundial.

Os Protocolos dos Sábios de Sião ou Os Protocolos de Sião  , é um texto que descreve um famigerado projeto de conspiração por parte dos judeus e maçons, de modo a atingirem o “domínio mundial através da destruição do mundo Ocidental”. O texto foi traduzido do original para vários idiomas. O texto é uma falsificação da polícia secreta do Czar Nicolau II da Rússia e foi escrito no final do século XIX. Acredita-se que essa teoria da conspiração foi um embuste, mas esse texto provocou um furor anti-semita por todo o mundo, inclusive foi utilizado por Hitler e pelo Nazismo alemão para justificar o holocausto.

O túmulo do Rabino Loew, o criador do Golem, é um dos mais referenciados, como podemos ver com essas pedrinhas que são colocadas sobre o túmulo, junto com pedidos também.

IMG_2482

 

Destaque para os túmulos do século XIV, fragmentos góticos de antigas catacumbas.

 

IMG_2476

 

Sinagoga Pinkas

Recebe esse nome por ter sido fundada pelo rabino Pinkas em 1479. Escavações recentes revelaram relíquias do cotidiano da vida medieval do gueto. Essa banheira ritualística é do século XIV.

IMG_2446

A sinagoga funciona como um memorial aos 77.297 judeus tchecos mortos durante o holocausto nazista. É de arrepiar os nomes dos judeus mortos inscritos nas paredes da sinagoga.

IMG_2432 IMG_2431

Também há uma amostra com os desenhos e objetos das crianças nos campos de concentração de Terezin.

IMG_2443 IMG_2442

 

Sinagoga Espanhola

Nesse local existiu a primeira sinagoga de Praga, do século XI, conhecida como Stará Skola (escola velha). Essa sinagoga concentrava os judeus vindos do oriente, do império bizantino, com toda sua ritualística oriental, ao passo que a sinagoga Staronová concentrava os ritos ocidentais. O prédio atual data do século XIX, e é uma das sinagogas mais belas de Praga.

IMG_2508

A construção, com seus detalhes e abóbadas, fazem alusão ao palácio de Alhambra, palácio mouro do sul da Espanha, daí o nome da Sinagoga.

IMG_2501

O interior da sinagoga é ricamente decorado.

IMG_2507

Esse é o bairro Judeu de Praga, com certeza uma das áreas mais históricas e ricas da cidade.

IMG_2489

 

Carpe Diem!!!!

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s